Manuel da Nóbrega

Por Fernando Rebouças
Jesuíta português, Manuel da Nóbrega nasceu em Sanfins do Ouro em 18 de outubro de 1517; e faleceu em 18 de outubro de 1570, no Rio de Janeiro. Foi chefe da primeira missão jesuítica da América.

Era filho de Baltazar da Nóbrega, desembargador. Estudou na Universidade de Salamanca e na Universidade de Coimbra, tornando-se bacharel em direito canônico e filosofia. Não foi nomeado professor em virtude de sua gagueira.

padre manuel da nobregaRecebeu a ordenação pela Companhia de Jesus, em 1544. Viajou por Portugal, Galiza e Espanha no intuito de pregar o Evangelho. A convite do rei D. João III, chegou à Bahia na armada de Tomé de Souza em 29 de março de 1549.

No Brasil, desenvolveu trabalho missionário, fundou o colégio do planalto de Piratininga, base inicial para a fundação da cidade de São Paulo, ao lado de Anchieta pacificou os tamoios (leia: Confederação dos Tamoios). No ano da fundação da cidade do Rio de Janeiro, foi nomeado superior do colégio jesuíta da cidade. Escreveu relatos sobre o cotidiano da América portuguesa.

Na catequização buscou diminuir o hábito de nudez entre os índios, sendo considerado por ele um mau exemplo de um novo cristão. Entre seus relatos, destacam-se o “Diálogo sobre a Conversão do Gentio”, época em que vivia na aldeia São Paulo.

Manuel da Nóbrega fez várias solicitações ao governador-geral Duarte da Costa, uma delas era a proibição da antropofagia realizada pelos índios e a reunião das aldeias em áreas controladas pela Coroa portuguesa.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Manoel_da_Nóbrega
http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u517.jhtm


Nenhum comentário sobre "Manuel da Nóbrega". Clique aqui para adicionar um comentário.