Mem de Sá

Por Fernando Rebouças
Terceiro governador-geral do Brasil, Mem de Sá nasceu na cidade Coimbra, em 1504; faleceu em Salvador, Bahia, em 10 de março de 1572. Era fidalgo, administrador colonial, desembargador dos Agravos  e  irmão do poeta Francisco Sá de Miranda.

Entre os anos de 1558 a 1572, sucedeu D. Duarte da Costa como governador-geral do Brasil. Em 28 de dezembro de 1557, chegou em Salvador para tomar posse do governo em 3 de janeiro de 1558.

mem de sáEsteve na frente da guerra contra o gentio revoltado, na Capitania do Espírito Santo, na qual perdera seu filho, Fernão de Sá. Governou a colônia por quatorze anos, fundou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro em 1º de março de 1565, pelas mãos de seu sobrinho Estácio de Sá.

Planejou a expulsão dos franceses em 1567, incentivou a produção de açúcar, o tráfico negreiro, combateu a antropofagia e a escravidão dos indígenas.

Mem de Sá havia estudado direito na Universidade de Salamanca, curso que concluiu em 1528, trabalhou como juiz em diversas comarcas de Portugal. Foi escolhido como governador-geral do Brasil pela rainha Dona Catarina.

Foi auxiliado pelos jesuítas Manuel da Nóbrega e José Anchieta na vitória contra os tamoios na Capitania de São Vicente (leia mais: Confederação dos Tamoios). Venceu os franceses como poucos recursos, reunindo numa expedição  à Baía de Guanabara, 120 portugueses e 1.140 índios para atacar o forte de Coligny.

Deixou o governo-geral em 1572, faleceu logo depois repentinamente, sendo sepultado na igreja dos jesuítas da Bahia.

Fontes:
http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u340.jhtm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mem_de_Sá


Nenhum comentário sobre "Mem de Sá". Clique aqui para adicionar um comentário.