Pero Vaz de Caminha

Por Fernando Rebouças
Fidalgo e escrivão. Nasceu em 1450, cidade do Porto, Portugal; faleceu em 1500, em Calecute, Índia. Pero Vaz de Caminha era filho de Vasco Fernandes Caminha, pessoa que o educou a seguir a sua profissão.

Era um homem muito erudito e de escrita de grande estilo. Acredita-se que tenha participado na guerra contra Castela, conflito promovido pelo rei Afonso V, no anos de 1476. Nesse conflito, o rei Afonso pretendia anexar o reino de Castela a Portugal.

O rei Afonso foi derrotado pelas tropas castelhanas na batalha de Toro. Posteriormente, Caminha foi nomeado Mestre de Balança da Casa da Moeda, equivalente ao cargo de escrivão e tesoureiro. Essa nomeação provavelmente tenha ocorrido em caráter de herança, sendo o cargo já ocupado pelo pai por longos anos.

Em 1497, foi eleito vereador de sua cidade, redigiu os capítulos da Câmara do Porto, um documento constitucional da região apresentada à Corte portuguesa.

Casou-se e teve uma filha, Isabel de Caminha. Na fase adulta, Isabel casou-se com Jorge Osório, um sujeito violento que fora condenado , por assalto a mão armada, ao exílio na África do Sul.

Caminha usou de sua influência na Corte portuguesa para impedir o exílio do genro. Em 1499, foi nomeado escrivão da feitoria que Pedro Álvares Cabral havia fundado nas Índias. No meio da viagem, segundo historiadores, tornou-se no escrivão da descoberta das terras brasileiras sem esperar por esse fato.

Do Brasil partiu para as Índias, onde morreu depois de conflitos armados com os habitantes hostis de Calecute.

Fontes:
http://www.ufrgs.br/proin/versao_1/autores/index16.html
http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u456.jhtm


Nenhum comentário sobre "Pero Vaz de Caminha". Clique aqui para adicionar um comentário.