Quilombo de Campo Grande

Por Carolina de Sousa Campos Sento Sé
O Quilombo de Campo Grande se situava na região entre São Paulo e Minas Gerais. Àquela época, Diogo de Vasconcelos (historiador, 1843-1927) acreditava que esse quilombo era habitado por mais ou menos 20 mil pessoas, mas hoje estima-se que sua população girava em torno de 10 mil.

Conhecido por ter sido maior em tamanho do que a “Esparta Negra” (Quilombo dos Palmares), o Quilombo do Campo Grande acolhia cerca de 27 núcleos com subdivisões, dentre eles:

  1. Quilombo do Gondum
  2. Quilombo dos Trombucas
  3. Quilombo do Quebra-pé
  4. Quilombo da Boa Vista I
  5. Paiol do Cascalho
  6. Quilombo do Cascalho II
  7. Palanque da Povoação do Ambrósio
  8. Quilombo da Marcela
  9. Quilombo da Pernaíba ou Paranaíba
  10. Quilombo da Indaá ou Indaiá
  11. Quilombo do Ajudá
  12. Quilombo do Mammoí ou Bambuí
  13. Quilombo de São Gonçalo I
  14. Quilombo do Ambrósio
  15. Quilombo do Fala ou Aguapé
  16. Quilombo das Pedras
  17. Quilombo das Goiabeiras ou Quilombo do Desemboque
  18. Quilombo da Boa Vista II
  19. Quilombo Nova Angola
  20. Quilombo do Cala Boca
  21. Quilombo do Zondum ou Zundum
  22. Quilombo do Pinhão
  23. Quilombo do Caetê
  24. Quilombo do Chapéu
  25. Quilombo do Careca
  26. Quilombo do Marimbondo
  27. Quilombo do Muzambo.

Em Minas Gerais, devido à mineração, havia a possibilidade de compra de alforrias e, com isso, maior mobilidade social. Assim, alguns negros conseguiram ascender socialmente – o que foi um incômodo para a elite branca. Então algumas medidas foram tomadas, como a limitação de poder imposta ao forros (um negro alforriado não poderia ser juiz, por exemplo – o que acontecia antes) e a implantação do imposto por capitação. Com isso negros alforriados (os chamados “pretos forros”) e brancos pobres deveriam pagar um imposto semestral sobre o seu trabalho, sob pena de prisão, multa, açoite, ou até mesmo expulsão da capitania.

Portanto houve a necessidade de fuga dado o contexto que havia se estabelecido em Minas Gerais. Surgiu o Quilombo de Campo Grande.

Mesmo com a extinção do imposto da Capitação em 1750, o Quilombo do Campo Grande permaneceu existindo.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Quilombo_do_Campo_Grande