Maragatos

Por Antonio Gasparetto Junior
No ano de 1893 iniciou-se no Rio Grande do Sul a Revolução Federalista. O movimento era liderado por Gaspar da Silveira Martins e Gumercindo Saraiva e questionava a política federal que era exercida na província através de Julio de Castilhos.

Aos sulistas que deram início à Revolução Federalista foi dado o apelido de Maragatos. Isso porque tanto Gaspar da Silveira Martins como Gumercindo Saraiva permaneceram durante certo tempo exilados no Uruguai, lá se estabeleceram numa região famosa por abrigar pessoas advindas da Maragateria, que se trata de uma região histórico-cultural da Espanha. Na tentativa de imprimir sobre os revoltosos uma imagem de identidade “estrangeira” foi atribuído por parte dos legalistas a alcunha aos integrantes do movimento.

Líderes maragatos.

Líderes maragatos.

Inicialmente o termo Maragato foi usado e compreendido com uma denotação negativa sobre os integrantes do movimento. Mas com o tempo o apelido perdeu o caráter ofensivo e foi naturalmente absorvido pelos revoltosos que passaram a usá-lo para se identificarem, representava então uma conotação positiva usada pelos federalistas e seus seguidores políticos. Bem adaptados ao nome, os maragatos não hesitaram em lançar pouco tempo depois um jornal cujo nome era justamente a alcunha criada para tentar abalá-los na imagem pública.

Por outro lado, os inimigos dos revoltosos eram chamados pela alcunha de Pica-Paus. No embate entre os maragatos e os pica-paus durante a Revolução Federalista de 1893 os primeiros saíram derrotados.

Os Maragatos se revoltaram novamente algumas décadas mais a frente. Em 1923 o diplomata e pecuarista Assis Brasil liderou os revoltosos no combate contra a permanência de Borges de Medeiros no governo do estado do Rio Grande do Sul, em episódio que ficou conhecido como Revolução de 1923. Desta vez os opositores dos Maragatos receberam a alcunha de Chimangos.

O resultado do movimento no Rio Grande do Sul foi a criação do Partido Libertador, que desfrutou de grande influência no estado.

Maragatos, Pica-Paus e Chimangos eram diferenciados pela cor dos lenços que usavam no pescoço. Os pica-Paus e os chimangos, que representavam ambos o governo do estado e logo a oposição aos maragatos em cada um dos momentos,  tinham a mesma cor, usavam o lenço branco no pescoço. Já os maragatos tornaram-se reconhecidos pelo uso do lenço vermelho.

Fontes:
JÚNIOR, Valério Hoerner. Maragatos: ensaio de compreensão histórica : a revolução federalista no Paraná e o general Gumercindo Saraiva. Jurua Editora, 2007.
http://www.paginadogaucho.com.br/hist/cm.htm
http://www.memorial.rs.gov.br/cadernos/maragatos.pdf
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maragato_%28Brasil%29


Nenhum comentário sobre "Maragatos". Clique aqui para adicionar um comentário.